Arquivo do autor:Bárbara Cat

Segunda-feira de Mulherzices: Violência contra a mulher

Olá galera leitora, na boa?

Vocês já perceberam que há alguns posts, o Mulherzices vem abordando temas mais sérios. E nessa nova onda, o assunto de hoje é literalmente algo que dói: violência contra a mulher.

Alguma de vocês conhece alguma moça que sofreu agressão física ou psicológica partindo do namorado, marido ou sei lá quem? Você já foi agredida?

Não raramente nos deparamos com notícias tristes sobre mulheres que são violentadas e mortas por seus “companheiros”. Violadas e humilhadas seja por uma palavra ou por um tapa. As justificativas para atos assim variam do ciúme até um prato do jantar que não estava bom. É difícil medir o que dói mais, se a humilhação ou o sangue no rosto. Penso que a medida de dor para uma situação assim é quase impossível e buscar uma explicação para tentar compreender o motivo pelo qual tantas mulheres permitem ser ultrajadas e violentadas (física, mental e emocionalmente) não é tarefa das mais fáceis. E longe de mim tal pretensão. O que me importa nesse exato momento é chamar a atenção das leitoras do Senshi para uma situação desagradável que cresce proporcionalmente ao silêncio das agredidas e de todos os amigos e familiares ligados a elas.

Dados do Anuário das Mulheres Brasileiras de 2011, divulgado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres mostraram que quatro entre cada dez mulheres brasileiras já foram vítimas de violência doméstica. Muitas das agredidas afirmam ter medo de denunciar os parceiros, por medo da retaliação, outras afirmam que seu silêncio se justifica no fato de que a figura do homem é que leva sustento para casa e para os filhos, se caso estes forem presos, ela e os filhos não terão condições de sobreviver e podem até mesmo perder o lugar onde moram. Há aquelas que dizem não denunciar pela vergonha que a situação pode gerar entre colegas de trabalho e outros familiares. Outras dizem que “as coisas irão mudar”; “ele prometeu fazer de novo”; “ele disse que me ama”; “ele me mandou flores”.

Fato é que independente de classe social, muitas e muitas mulheres são agredidas, por palavras, por socos e pontapés. Todas essas tem sua dignidade ferida. A violência a elas imposta em nada se justifica. Aliás, a violência imposta a qualquer pessoa nunca se justifica. 

Sabe-se, sem que seja necessária nenhuma pesquisa ou relatório de políticas públicas sobre o assunto, que a cada denuncia abafada pelo medo, os agressores se fortalecem e batem com mais força. Em alguns casos, quando se cansam de bater e ofender, tentam matar. A Agência Patrícia Galvão aponta diversos dados referentes ao tema,  bem como diversos outros que versam sobre a mulher e as ações em defesa das mesmas, no Brasil e no mundo.

O site aponta que:

  • Seis em cada 10 brasileiros conhecem alguma mulher que foi vítima de violência doméstica.
  • Machismo (46%) e alcoolismo (31%) são apontados como principais fatores que contribuem para a violência.
  • Duas em cada três pessoas atendidas no SUS em razão de violência doméstica ou sexual são mulheres; em 51,6% dos atendimentos foi registrada reincidência no exercício da violência contra a mulher.

Existe uma central de atendimento em âmbito nacional, chamada Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 – que funciona 24 horas por dia, de segunda à domingo, inclusive feriados. A ligação é gratuita. O site Portal Brasil,  vinculado ao governo federal oferece algumas informações também.

É importante denunciar as agressões. Mesmo que haja medo, já existem programas de amparo a mulher. Podem não ser 100% eficazes, mas existem. E imagino que nenhuma solidão pode doer mais que a dor da dignidade ofendida. Nada é mais cruel que ter sua integridade física violada.

Se você conhece alguma moça que passa por essa situação, convença-a denunciar. Se você sofre com isso, liberte-se. Denuncie. Respeito é bom e todo mundo gosta. Violência não justifica nada.

Espero que tenham gostado, apesar de ser um tema triste.

Abraços a todas e até a próxima.

Anúncios

Segunda-feira de Mulherzices: Atrás dessa lente tem uma moça legal

Olá moças leitoras! Na boa?

Você usa óculos? Conhece alguma moça que usa? Já percebeu a aflição dessas criaturas na hora de se maquiar?

Pois então, eu padeço desse mal e decidi compartilhar com vocês algumas coisinhas que até pouco tempo eu não sabia e que me ajudaram (e muito).

É bom dizer que os tipos de problema que te levam a usar óculos interferem na sua maquiagem. Moças que tem miopia (dificuldade para enxergar de longe), que é o meu caso, usam lentes que tendem a diminuir os olhos, então a maquiagem deve fazer efeito contrário, ou seja, aumentar os olhos.

Para isso você pode: usar cores claras na pálpebra, de preferência cores não cintilantes (para que não brilhem muito por baixo das lentes). Usar tons escuros no canto externo e um claro no centro. Fazer o contorno com lápis preto por fora do olho.

As meninas que tem hipermetropia (dificuldade para enxergar de perto) usam lentes que aumentam os olhos, logo, a maquiagem deve diminuir esse efeito. Para tanto, pode-se usar cores mais escuras e o lápis preto deve ser usado na linha da lágrima (por dentro do olho) e na raiz inferior dos cílios.

Para todas as meninas vale a regra de usar pouco rímel. Se houver exagero, o produto vai fazer com que os cílios borrem a lente (e isso não é legal). Além do que, o excesso de rímel forma “tufos” de produto e embolam os cílios e isso fica mais evidente através das lentes (ou seja, fica feio).

Para alguns maquiadores e demais entendedores do assunto, o mais importante para as meninas que usam óculos é o cuidado com as sobrancelhas. Mantenha-as definidas e penteadas. O óculos não deve escondê-las, ok?

Há vários blogs que comentam o assunto. Quem curtir pode conferir aqui, aqui e aqui.

E esses tutoriais podem ajudar também:

Fernando Torquatto – Maquiagem para quem usa óculos – Dia e Noite

Alice Salazar 1 – 

Alice Salazar 2 – 

Então é isso gatenhas, espero que tenham gostado.

Abraço para todas, uma piscadinha com olhinho bonito por trás do óculos  e até o próximo post.

Segunda-feira de Mulherzices: Outubro Rosa

Olá galera leitora! Na boa?

Meninas e meninos, vocês já ouviram falar no Outubro Rosa?

Pra quem não sabe, essa é uma campanha internacional de combate ao câncer de mama e que começou nos Estados Unidos, em 1990. O nome Outubro Rosa remete a cor do laço que simboliza as ações de combate a esse tipo de câncer.

O Outubro Rosa engloba atividades que vão desde palestras de conscientização, mamografias, desfiles com mulheres que já venceram o câncer, instruções de como fazer o auto-exame e uma série de outras iniciativas que envolvem vários segmentos da sociedade, tudo para divulgar e promover outras inciativas que visam o esclarecimento e o diagnóstico precoce do câncer de mama.

Uma característica marcante do Outubro Rosa, além do uso do laço rosa, é a iluminação cor de rosa que vários monumentos internacionais adquirem durante a campanha. É um jeito colorido e bonito que as cidades tem de demonstrar seu apoio a campanha.

Como nós somos moças muito inteligentes e nos preocupamos com nossa saúde, é imensamente válido buscar informações sobre o câncer de mama, se inteirar sobre o assunto e orientar amigas, mãe, tia, prima, irmã, namorada, colega, vizinha, professora e quem mais você conhecer. Sobretudo as mulheres acima dos 40 anos de idade e aquelas que já tenham histórico de câncer de mama na família devem realizar mamografias anualmente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para maiores informações,vale a pena conferir a página do Outubro Rosa e também a página do Amucc (Associação Brasileira de Portadores de Câncer).

Sobre como realizar o auto-exame  é só clicar aqui ou aqui.

Espero que tenham gostado e espero também que abracem a causa.

Abraços cor de rosa e cheio de saúde. Até o próximo post.

Segunda-feira de Mulherzices: Moda pen drive

Olá galera leitora! Na boa?

Voltando as postagens depois de meses de ausência (zilhões de desculpas meninas e meninos)!

Provavelmente todas nós já passamos pela situação de precisar de um pen drive e fazer a triste constatação de que o bendito ficou em outra bolsa, em casa, no carro … há quilômetros de distância de você.

Pensando nisso, algumas empresas vem criando pen drives embutidos em acessórios , como colares e pulseiras. Os dispositivos tem memórias de vão de 1 até 16 gigas. Há versões importadas e outras nacionais. Vocês podem conferir alguns modelos aqui, aqui e aqui.

Quem quiser elaborar um visual bonitinho e ainda ter a garantia de que não vai passar sufoco na hora de salvar os trabalhos, acho que é uma boa alternativa.

Espero que tenham gostado.

1 giga de abraços pra vocês.

 

 

Segunda-feira de Mulherzices: Maquiagem rápida

Olá galera leitora! Na boa, moças?

Quem nunca se descabelou ao olhar pro relógio e perceber que não teria tempo pra fazer a maquiagem? Quem, quem? E quem nunca sonhou com um jeito rápido e prático de se maquiar e ficar linda de viver?

Pois então minhas irmãs, fiquemos felizes! A empresa americana Color On lançou recentemente uma linha de maquiagem instantânea que promete resolver esse probleminha de falta de tempo e necessidade de se maquiar. Trata-se do seguinte: são kits de maquiagem adesiva, que contém as cores de sombra, efeito esfumaçado, delineador e que a moça deverá aplicar sobre as pálpebras ainda úmidas e deixar agir por alguns segundos ( como as tradicionais tatuagens de chicletes que já conhecemos). Depois disso, é só retirar o adesivo e a make está pronta.  Bom, né?

O site oferece uma paleta de cores desde as mais tradicionais(cinza, marrom, lilás) até efeitos de oncinha e camuflagem, para quem quiser causar muito impacto.

Cada adesivo, segundo o site, rende em média 10 aplicações. E o valor dos kits é de 20 dólares (40 reais aproximadamente).

Se o efeito for tão bom quanto aparece nas imagens, vale a pena desembolsar a grana e garantir uma saída  mais prática de maquiagem. Aqui no Brasil, quem vende a promessa de make rápida/bonita é o site CosmeticNet.

Espero que tenham gostado.

Abracinhos (com direito a piscadinha com olho bem maquiado) e até o próximo post.

Segunda-feira de Mulherzices – É São João minha gente!

Olá galera leitora, na boa?

Como viver o mês de Junho e não pensar em quadrilha, festa junina e comidinha boa hein, hein, hein? Quem é que não lembra de São João, São Pedro e Santo Antônio (esse último sofre com o povo que quer reverter o status de “forever alone”… enfim).

E ao pensar em festa e quadrilha, quem nunca se deparou com a perguntinha: o que eu vou vestir?

Toda a indumentália junina remete ao clima tradicional das festas típicas do mês e para que a tradição não se perca, é comum encontrar pessoas que nessa época do ano se rendem as estampas xadrez, as calças mais apertadas, as botas, aos cachecóis e chapéus para ficar com a cara das festas juninas.

Pois então, hoje o Mulherzices mostra pra vocês algumas imagens da moda junina, que vocês podem usar nas festas ou até mesmo incorporar ao guarda-roupa e usar em outras ocasiões. Bora ficar bonito?

Segunda-feira de Mulherzices: Site do Petiscos com cara nova!

Olá galera leitora! Na boa?

Novidades no mundo da internet de um jeitinho bem mulherzices!!

Uhuuul!

Vocês já ouviram falar num site chamado Petiscos? Quem não ouviu, tá passando da hora de dar um click e se jogar!

O site é encabeçado pela ruiva (linda, fina e competente) Julia Petit e engloba tudo quanto é assunto que agradam as mulheres: moda, maquiagem, viagens, música. E agora, Julia e sua equipe bacanérrima fizeram uma repaginada no site, tornando-o mais funcional, prático e fácil de navegar.

Além de trazer canais novos como o Casa, que agora carrega todas as matérias sobre decoração, arquitetura e cozinha que antes ficavam meio perdidos no site e o Quatroolho, canal tech do Petiscos, que traz as novidades sobre tecnologia e mundo nerd (por assim dizer).

Há outros canais também, como o Pra Macho, Provador Fashion e coisinhas tri bacanas para a nossa alegria de donzelas.

Aaaaaah, tem outra coisa legal também: o Meu Petiscos, onde você se cadastra e armazena seus posts favoritos. Show né?

Uma novidade dessa com a carinha da nossa Segunda-feira de Mulherzices jamais poderia passar desapercebida, né?

Espero que tenham gostado meninas.

Abração e até o próximo post.

Vingadores para beber

Olá galera leitora, na boa?

Já pensou entrar num bar e pedir um drink Capitão América?

Ou um verdinho, tipo Hulk?

Pois então, não é tão impossível assim, já que a artista Lilly Mitchell se inspirou nos personagens de Vingadores e criou nove bebidas que remetem aos personagens do filme. Tem drink inspirado na Viúva Negra, no Thor e no Agente Coulson também.

E ae, que tal uma dose de Iron Man nesse sabadão?

Espero que tenham gostado.

Abracinhos etílicos para todos!

Segunda-feira de Mulherzices – Moda Boyfriend

Olá galera leitora, na boa??

Atire a primeira pedra a moça que nunca pegou uma camisa (ou calça) maneira do pai, irmão ou namorado e nunca mais devolveu (faço isso demais). Seja por que ficou muito mais bonita em você do que neles, seja por que eles resolveram (depois de perceber que você não ia devolver mesmo) te “dar” de presente… Não importa, invadir o guarda-roupa masculino, mesmo que só pra buscar inspiração, foi e é tendência de moda: a moda boyfriend (namorado em inglês).

Esse estilo privilegia o uso de peças masculinas ou peças que tenham inspiração no vestuário masculino. Há de tudo um pouco: camisas, calças boyfriend ( é aquela calça larguinha, normalmente jeans, com o gancho da calça bem baixo ), bermudas, blazers, gravatas, sapatos e suspensórios; tudo inspirado no look dos meninos, mas adaptado para o nosso mundinho de moçoilas fofas.

Para quebrar o ar “machão” das roupas, a sugestão é de que as meninas usem acessórios (colares, brincos, pulseiras, cintos, sapatos com salto, bolsas e botas) para feminilizar o visual.

Esse site tem dicas bacanas de como compor o visual. Se você quiser adotar a moda, clica aqui.

Olha como fica bonito:

Vou ali ver o que  garimpar nos guarda-roupas alheios!

Espero que tenham gostado. Abraços meninas!!

Até o próximo post.

Segunda-feira de Mulherzices – Pernas pra quem te quero!

Olá galera leitora! Na boa?

Tem coisa mais “menininha bonitinha da mamãe” do que usar saia? Com certeza deve ter, mas hoje nossa pauta é falar dessa peça ícone do guarda-roupa feminino, pela versatilidade (pode ser usada em todas as estações do ano) e variedade de tamanhos e modelos, mas hoje falaremos de um jeito mais divertido e bem nerdizinha bonitinha!

Para muitas mulheres, a saia é símbolo de feminilidade e sensualidade. Além disso expressam um modo de vida e se adaptam ao contexto histórico do mundo desde seu surgimento (a grande maioria dos historiadores diz que o primeiro registro de uma saia se deu no período mesolítico, dado ao encontro de uma escultura sumérica do ano3.000 a.C, que apresentava um pedaço de couro amarrado a cintura).

Muitos e muitos e muitos anos depois, temos saias pra todo o tipo de corpo, pra todo tipo de gosto e pra todo tipo de bolso. Não é difícil encontrar um modelo que nos agrade.

Agora que tal uma saia com a estampa do Super Man, hein? A designer de moda americana, Ashley Mertz criou saias muito fofas (todas produzidas artesanalmente), com estampas divertidas e bem nerds (Pac-Man, R2-D2, Transformers).

Na internet (bendita seja!) também podemos encontrar vários outros modelos, que remetem a vários personagens e games, além de saias sem estampas, mas que o modelo é bem condizente com o estilo nerd. Basta zapear um pouquinho e garimpar coisas ótimas!

Espero que tenham gostado.

Abraçinhos de segunda-feira e até o próximo post.