St. Pauli é o time mais legal do mundo, e nem precisa jogar bola para isso…

Pode uma torcida fazer o time? No caso do St. Pauli, time alemão da segunda divisão, a torcida não só faz o time, como representa a massa mais apaixonada não só por futebol, mas por causas sociais, política e cultura. Originário de Hamburgo, o clube virou um fenômeno cult no momento em que se mudou para a zona portuária no início da década de oitenta. Na época, a sede do clube foi transferida para a rua  Reeperbahn, lugar famoso pela vida noturna intensa e pelas casas de “luz vermelha”. Os frequentadores da rua (intelectuais de esquerda e universitários) acabaram por se unir aos membros do time e assim começou o chamado fenômeno “kult” (o cult germânico). O Fußball-Club Sankt Pauli adotaria mudanças radicais com a nova torcida-intelectual-organizada do clube, entre elas banir a venda de ingressos a indivíduos de extrema-direita, que na sua maior parte representavam as fileiras de hooligans que assolavam o futebol na época. Também combateram a homofobia, tendo inclusive um presidente assumidamente gay.

O clube se define politicamente como anarquista-libertário e seu símbolo mais conhecido é a da bandeira pirata, eles se auto-intitulam Os Piratas da Liga.

 Qual o som que o St. Pauli usa para entrar no campo?

E para cada gol marcado:

Mas não é só isso, inúmeras bandas de rock alemãs são apaixonadas pelo St. Pauli e já a homenagearam:

E a Nike fez um tênis especialmente para tirar dinheiro dos fanáticos  os fãs apaixonados:

Mas e o futebol?

É, aí já é pedir demais. Os piratas da Liga  permaneceram na segunda divisão a maior parte dos anos 80, 90 e 00, sendo que na curta temporada de 01-02 na primeira divisão do futebol alemão (Bundesliga) eles derrubaram o poderoso Bayern de Munique, e detalhe, o goleiro da época era Oliver Kahn, eleito melhor goleiro alemão em 2000 e melhor jogador na Copa do mundo de 2002:

Mas o que fascina no time não são as vitórias no esporte (que são pouquíssimas), mas a fidelidade do público em todos os momentos.  O time quase foi à falência em 2003, sendo salvo pela venda de material promocional do time e por eventos como um jogo beneficente contra o Bayern. Nessa temporada inclusive o time caiu para a terceira divisão e ficou lá por três anos. A torcida não só permaneceu com o time como encheu com seus 14.000 sócios as partidas que normalmente teriam pouco mais de 1000 torcedores. Na temporada de 2010 o time sofreu 11 derrotas consecutivas na primeira divisão, caindo novamente para a segunda divisão. O treinador Holger Stanislawski ao invés de sofrer uma represália, foi ovacionado pela torcida pelo seu trabalho com o time nos anos anteriores.

O poder do St. Pauli consiste talvez em brigar por causas que estão além do esporte e atrair pessoas que normalmente não ligam para futebol. Entre elas, a uma campanha por água potável em Ruanda no ano de 2005. O St. Pauli tem inclusive um grupo de fãs apaixonado no Brasil, como pode ser conferido nesse blog.

Entre os simpatizantes e fãs famosos estão os integrantes do Asian Dub Foundation, Turbonegro, Sisters of Mercy, Bad Religion e Gaslight Anthem:

                                                 Alex Rosamilia, guitarrista do Gaslight Anthem com boné do St. Pauli.

Dica da leitora Bárbara Silva!

Gustota está quase virando torcedor do St. Pauli depois de acabar essa matéria..

Sobre Gustota

As mãos que escrevem aqui pertencem a Gustavo Silva, "escritor imortal" consagrado por um prêmio da cidade de Cachoeirinha (ES). Estuda ciências sociais na UFMG, já cursou jornalismo (inconcluído) na PUC-MG mas não deixa de exercer o ofício por pura paixão e porque não sabe fazer mais nada da vida (não que ele saiba fazer outra coisa bem.

Publicado em 31/01/2012, em Cultura Pop, Gente em Movimento, Senshi Sports e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Amor ao time é outra coisa ahahaha. Mas é bem interessante a ideia e o poder político que eles tem.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: